“A PEREGRINAÇÃO DA “DONA LIU” – Arapiraca (AL) – “CAFÉ COM AMOR” – 10_09_23


“A PEREGRINAÇÃO DA “DONA LIU”

 

A PEREGUINACAO DA “DONA LIU”

Dona LIU (Severina Maria da Silva Santana), uma mulher de 61 anos, esposa de Felix Punça de Santana e mãe de Igor Emanoel Santana criou voluntariamente juntamente com as senhoras do Agreste o “CAFÉ COM AMOR” em apoio aos pacientes do “Programa Fecha Feridas” que chegam ao amanhecer do segundo sábado de cada mês para serem atendidos no Programa. Viveu intensamente para servir aos semelhantes.

Há 02 meses atrás apresentou infecção do “PÉ DIABÉTICO”, caminhou por todo sistema SUS e não encontrou acolhimento suficiente para manter a sua vitalidade, saúde e seu amor pelo próximo.

Nós que fazemos o Fecha Feridas nos esforçamos para ajudá-la a curar sua enfermidade, mas fomos derrotados pelo sistema de saúde público de Arapiraca e de Alagoas. A burocracia, a lentidão e as dificuldades com os recursos humanos, contribuiram para desfecho fatal.

Estaremos de forma educativa encaminhado as autoridades competentes do município de Arapiraca (Prefeito, Secretária Municipal de Saúde, coordenador do Samu e da UPA), o relato da perignação da Dona Liu em busca da “VIDA e que sirva de exemplo para o melhoria do atendimento dos pacientes portadores de Diabetes e Doença Venosa Crônica em Alagoas.

Nós do Programa Fecha Feridas continuaremos a nossa missão voluntária de “Atender Integralmente aos pacientes portadores de pé diabético e úlcera varicosa de Alagoas e do Brasil, além de manter o “Café com Amor” que passará a ser chamado “CAFÉ COM AMOR “DONA LIU”.

Que Deus a receba de braços abertos.

*Guilherme Benjamin Brandão Pitta
Voluntário do Programa Feridas

“A PEREGRINAÇÃO DA “DONA LIU”

 

 

 


Open chat
Olá, está precisando de ajuda?